BLOG

Não há derrota ou triunfo definitivo, diz José Mujica sobre Bolsonaro

Noticias
Foto: Andrew Harrer/Pool/Getty Images
Foto: Andrew Harrer/Pool/Getty Images

O ex-presidente do Uruguai José Mujica disse que não há derrota definitiva, nem derrota definitiva ao comentar a vitória do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições brasileiras do último domingo (28).

“A vida é uma luta, uma luta permanente, com avanços e retrocessos. Não é o fim do mundo. Portanto devemos aprender com os erros que cometemos e recomeçar. Isso deve ser permanente”, disse.

Questionado em um evento na segunda-feira (29), o líder esquerdista disse que o triunfo deve ser encarado com calma e humildade.

“Tampouco achar que quando ganhamos tocamos o céu com as mãos e que chegamos a um mundo maravilhoso. Não, só subimos um degrau, ter humildade do ponto de vista estratégico. Não há derrota nem triunfo definitivo.”

Na véspera da eleição, Mujica dizia esperar que o povo brasileiro não se enganasse ao escolher Bolsonaro. “Os seres humanos têm pouca memória. Ao querer mudar pode-se sempre mudar para pior”, afirmou.

O uruguaio foi um dos líderes mundiais que assinaram um manifesto contra a eleição do capitão reformado, também firmado pelo ex-presidente da França François Hollande e o senador americano Bernie Sanders.

 

Folha de S. Paulo