BLOG

OPAS: menos da metade do sangue de transfusões vem de origem voluntária na América Latina e Caribe

Noticias

Na América Latina e no Caribe, pouco mais de 45% das cerca de 9,2 milhões de unidades de sangue coletadas para transfusões em 2014 vieram de doadores voluntários, enquanto os outros 55% vieram de doadores de reposição — normalmente pessoas que doam sangue em caráter de emergência quando um familiar ou amigo necessita. Uma doação de sangue pode salvar até três vidas.

As informações foram divulgadas pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) nesta segunda-feira (13), véspera do Dia Mundial do Doador de Sangue.

O organismo regional alertou para a necessidade de ampliar a participação voluntária da população. Esta é a única forma de “garantir a disponibilidade, qualidade e segurança” dos suprimentos de sangue e componentes sanguíneos, segundo a diretora da OPAS, Carissa F. Etienne.

A agência da ONU estima que ao menos 2% da população deveria doar sangue de maneira regular para cobrir a demanda de um país por sangue e seus componentes. Em média, as nações da América Latina e do Caribe coletam o sangue equivalente a 1,5% de sua população.

Caso não haja mais engajamento da população, um aumento significativo deve demorar a ser verificado. Segundo dados reunidos pela OPAS, a porcentagem de doadores voluntários na região cresceu levemente nos últimos anos — de 41% para 45% entre 2010 e 2014.

Atualmente, nove países e territórios da América Latina e Caribe — como Cuba, Suriname e Nicarágua —, além dos Estados Unidos e Canadá, obtêm seus estoques nacionais de sangue inteiramente de doadores voluntários não remunerados.

Outros sete países da região têm feito grandes progressos e mais de 50% das doações são voluntárias. É o caso do Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador e Haiti. O restante das nações latino-americanas e caribenhas, porém, segue dependendo em mais da metade dos casos de doações de familiares ou amigos.

“A participação da comunidade é essencial para alcançar o acesso universal a um abastecimento de sangue seguro, suficiente e sustentável, que garante que sangue e seus componentes estejam disponíveis quando e onde eles são necessários”, destacou a assessora regional de serviços de sangue e transplantes de órgãos da agência regional da ONU.

Para as celebrações da data mundial em 2016, a OPAS desenvolveu a campanha “O sangue nos une. Compartilhe vida, doe sangue” com o intuito de agradecer às pessoas que já doam sangue de forma voluntária e convocar indivíduos ainda não doadores a se juntarem à causa.

 

Equador é país anfitrião da data mundial

Em reconhecimento aos seus esforços para melhorar a segurança do sangue e aumentar o número de doadores altruístas, o Equador foi escolhido pela OPAS para sediar o Dia Mundial do Doador de Sangue 2016 nas Américas. O país aumentou a doação voluntária de sangue de 38% em 2010 para 60% em 2014.

O evento comemorativo será realizado em Portoviejo — uma das cidades mais afetadas pelo terremoto de 7,8 graus de magnitude que atingiu o Equador em abril passado.

Portoviejo foi escolhida pelas autoridades equatorianas para chamar a atenção para a importância de ter um serviço nacional de sangue bem organizado a fim de garantir um fornecimento adequado em caso de desastres naturais.

 

OPAS quer 100% do sangue para transfusão de voluntários até 2019

Até 2019, a OPAS espera garantir que 100% do sangue necessário para transfusões seja obtido de doadores voluntários nas Américas. O organismo regional busca promover a doação voluntária por meio do apoio à capacitação de profissionais de saúde, da educação comunitária e do planejamento de estoques de sangue, entre outras atividades.

A agência da ONU também colabora na implementação de programas de gestão da qualidade para a cadeia de transfusão de sangue. Esses programas querem assegurar que todas as unidades de sangue sejam rastreadas para infecções transmissíveis por transfusão — por exemplo, HIV, hepatite B e C, sífilis e Trypanosoma cruzi — e, ao mesmo tempo, promover o uso racional de sangue e componentes sanguíneos, reforçando a vigilância em saúde, a hemovigilância, a gestão de riscos, o monitoramento e avaliação.

 

Doação de sangue na América Latina e no Caribe (dados de 2014)

9,252,583 unidades de sangue coletadas
45,39% de doações voluntárias
54,52% de doações de doadores de reposição
0,09% doações remuneradas
14,84 doações de sangue por 1.000 habitantes na América Latina e no Caribe (11,7 é a média dos países de renda média)
11 países e territórios das Américas obtêm 100% de doadores voluntários de sangue: Cuba e a Nicarágua na América Latina; Aruba, Bermuda, Ilhas Cayman, Curaçao, Departamentos Franceses ultramarinos, Montserrat e Suriname no Caribe; e Canadá e Estados Unidos na América do Norte
7 outros países e territórios coletam sangue de mais de 50% de doadores voluntários: Brasil, Colômbia, Costa Rica e Equador na América Latina; e Guiana, Haiti e Santa Lúcia, no Caribe

 

Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS)

Últimos do Blog
Noticias

Gobierno de Bolivia entregará títulos de tierra a campesinos

Más
Noticias

Colombia. Los cinco precandidatos presidenciales que ya tiene el Pacto Histórico para 2022

Más
Noticias

Nito Cortizo aseguró que en su administración no se han realizado escuchas ilegales

Más
Noticias

Enrique Sánchez está enfocado en refundar el Partido Febrerista

Más
Noticias

PRI y PRD pierden más del 70% de su militancia

Más
Noticias

Legislativo de Ecuador instala mesa sobre demandada ley de educación

Más
Noticias

Castillo nombra a primer ministro de izquierda en Perú y deja pendiente al de Economía

Más
Noticias

Argentina passa a considerar cuidado materno como trabalho e garante direito à aposentadoria de 155 mil mulheres

Más
Noticias

PRD pide a ciudadanos no participar en la consulta popular del 1 de agosto

Más
Noticias

Bolsonaro emprende nueva reforma ministerial para sumar apoyos en el Congreso

Más
Noticias

La hora de Pedro Castillo

Más
Noticias

Colombia Humana, UP y MAIS se declararon en oposición a Claudia López

Más
Noticias

Proyectos que ha realizado la alcaldía de Claudia López

Más
Noticias

Presidente del partido de izquierdas uruguayo deja su cargo y llama a unión

Más
Noticias

Mónica Fein será precandidata a diputada nacional y enfrentará a la lista de Pablo Javkin

Más
Noticias

Narváez marca primeras diferencias con candidatura de Provoste: “La realidad que hemos visto, es que es una reacción a las encuestas”

Más
Noticias

Presidente del PS, Álvaro Elizalde, asegura que Narváez no bajará su candidatura en favor de Yasna Provoste

Más
Noticias

Nicaragua: el régimen continúa con la persecución a opositores y Ortega aseguró que “no hay espacio para la negociación”

Más
Noticias

Colas para hacerse con un hueso de carne: el hambre se dispara en Brasil

Más
Noticias

Sí Por México llama a PAN, PRI y PRD a buscar candidato de unidad para las elecciones de 2024

Más
Noticias

Pedro Castillo teje una red de apoyos para gobernar Perú en un escenario adverso

Más
Noticias

La Policía investiga a Bolsonaro por supuesta prevaricación en la pandemia

Más
Noticias

Gustavo Petro brasileño está cansado de que lo culpen de todo en Twitter

Más
Noticias

Claudia López acusa a Petro de ‘incendiar a Colombia’

Más
Noticias

Ex-ministro da Defesa da Bolívia planejou segundo golpe usando mercenários dos EUA

Más
Noticias

Cuba logra la primera vacuna latinoamericana con datos de efectividad al nivel de Pfizer y Moderna

Más
Noticias

Presentan en Ecuador propuesta para ley de aborto por violación

Más
Colombia

El Gobierno de Colombia acelera para ofrecer resultados en sus cien primeros días

Más
Perú

Pedro Castillo: «El problema de la corrupción se ha institucionalizado en todos los estamentos del Gobierno»

Más
Paraguay

Sospechan de incendio en TSJE: «Si no es un atentado, se le parece mucho»

Más