BLOG

Partido Socialista chileno vai ao 2º turno com Guillier e elege maior bancada de centro-esquerda no Senado

Noticias
Foto: PS do Chile
Foto: PS do Chile

O jornalista e senador Alejandro Guillier, candidato governista do Partido Socialista pela coligação Força da Maioria à presidência do Chile, obteve 23% dos votos no primeiro turno das eleições, neste domingo (19).  Guillier disputará o segundo turno, no dia 17 de dezembro, com o empresário de centro-direita Sebastián Piñera, que alcançou 37% dos votos – menos que os 45% previstos por algumas pesquisas de opinião.

Além de escolher o sucessor da presidente Michelle Bachelet, do PS, os chilenos foram às urnas para eleger senadores, deputados e conselheiros regionais. O PS elegeu a maior bancada de centro-esquerda no Senado. A senadora e ex-presidente do partido, Isabel Allende, foi reeleita em Valparaíso com 59.139 votos. Além disso, foram eleitos o ex-ministro e secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, em Arica, com 12.896 votos, e o presidente do PS, Álvaro Elizalde, em Maule, com cerca de 30 mil votos. Na Câmara dos Deputados, ao menos 19 socialistas vão assumir mandatos.

Em seu discurso, Guillier se referiu à importância da unidade dos partidos de centro-esquerda para ter êxito na segunda fase do pleito. Nesse sentido, ressaltou que incluirá em seu programa de governo as ideias de outros candidatos do setor. “Necessitamos ir ao segundo turno com propostas claras que nos agrupem, para que todos se sintam parte do que será meu governo: o governo das pessoas”, disse.

O candidato socialista tem como propostas de governo o aprofundamento das reformas e conquistas sociais de Bachelet, principalmente na área de educação, e a alteração da Constituição herdada da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Senadores eleitos pelo PS do Chile: Isabel Allende, José Miguel Insulza e Álvaro Elizalde
Senadores eleitos pelo PS do Chile: Isabel Allende, José Miguel Insulza e Álvaro Elizalde

“Como bancada de senadores socialistas queremos manifestar uma grande satisfação pelos resultados obtidos nas eleições deste domingo e a convicção de que o triunfo de Alejandro Guillier no segundo turno é possível. Ao contrário do que disseram ‘adivinhadores’ e pesquisas erráticas e francamente questionáveis, o PS saiu fortalecido, com mais representantes. Chile votou e elegeu a centro-esquerda. É relevante constatar que a grande maioria dos eleitores do nosso país não quer que Sebastián Piñera seja presidente”, destaca uma publicação no site do partido.

A senadora Allende declarou a importância deste novo mandato. “Nós havíamos proposto representar a região de Valparaíso no Congresso. No meu caso pessoal, eu disse que quero terminar minha carreira parlamentar aonde meu pai (fundador do PS do Chile e ex-presidente do país, Salvador Allende) foi senador. Estou muito comovida. É um grande desafio e uma honra poder representar essa região, espero poder trabalhar com todas as organizações que visitamos e que me deram seu apoio”, ressaltou.

 

Assessoria de Comunicação/PSB Nacional com informações do PS do Chile e de portais de notícias