BLOG

Fernández abre mais de 21 pontos sobre Macri e deve vencer no 1º turno

Noticias
Foto: Reuters / AGUSTIN MARCARIAN
Foto: Reuters/Agustin Marcarian

O escritório Gustavo Córdoba y Asociados divulgou nesta 3ª feira (17.set.2019) uma nova pesquisa para a Presidência da Argentina. Alberto Fernández, candidato da oposição, tem 53,3% de preferência entre os eleitores. Já o atual presidente Mauricio Macri registrou 31,9% das intenções de voto.

Com vantagem de 21,4 pontos percentuais, o peronista encaminha sua vitória ainda no 1º turno. Na Argentina, 1 candidato precisa de pelo menos 45% dos votos válidos para ser eleito sem necessidade de 2º turno. Se obtiver mais de 40% e vantagem de no mínimo 10 p.p. sobre o 2º colocado, também vence no 1º turno.

As eleições argentinas serão realizadas em 27 de outubro. Se necessário, o 2º turno está marcado para 24 de novembro.

O levantamento foi feito com 1.200 pessoas, com entrevistas realizadas de 9 a 14 de setembro. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais. O nível de confiança da pesquisa é de 95,5%. Eis o resultado:

Intenções de voto_Presidência_Argentina_Poder 360

 

 

VOLTA DO KIRCHNERISMO

Se a vitória de Fernández for confirmada, ela também representará a volta da família Kirchner ao poder na Argentina. Cristina Kirchner, que presidiu o país de 2007 a 2015, é candidata a vice-presidente na chapa peronista.

Antes de Cristina, o vizinho sul-americano foi presidido pelo seu marido, Nestor Kirchner –no poder de 2003 a 2007. Nestor morreu em 2010, aos 60 anos, depois de sofrer 1 ataque cardíaco.

 

Poder 360