BLOG

Colômbia mal parada em direitos humanos, opinam organizações

Noticias

Na Colômbia há graves e sistemáticas violações dos direitos humanos, denunciaram mais de 500 organizações sociais do país.

Assim concluíram após a divulgação de um relatório elaborado para o Exame Periódico Universal ao qual será submetida a Colômbia no próximo dia 10 de maio na ONU e que reflete o período 2013-2017.

‘Colômbia se rompe em direitos humanos’, expressou o documento repercutido nesta quarta-feira pela imprensa nesta capital.

As organizações defensoras dos direitos humanos argumentaram que no território nacional persistem os deslocamentos, a violência armada, o sequestro, a insegurança popular e os abusos sexuais.

Acrescenta que, apesar da assinatura de um acordo de paz, não há garantias para a reincorporação à vida civil dos ex-guerrilheiros do agora partido Força Alternativa Revolucionária do Comum (FARC).

‘A implementação da paz avança em meio a obstáculos e descumprimentos por parte do governo’, aponta o referido texto.

As organizações sociais também advertem sobre a manutenção de estruturas paramilitares que estariam agindo em 344 municípios de 31 departamentos, dos 50 que tem a Colômbia.

As facções do crime organizado, surgidas de forças paramilitares em sua maioria, seriam as responsáveis pelo assassinato de aproximadamente 300 líderes sociais entre 2013 e 2017, sublinhou o mencionado relatório.

Prensa Latina